Quem somos/contato




Ao contrário do pássaro da história, que diante do incêndio da floresta leva água no bico com intenção de aplacá-lo, o beija-flor do nosso tempo tenciona fazer o contrário. Incendiar os corações endurecidos e frios com o fogo de amor do Sagrado Coração de Jesus. “Eu vim lançar fogo à Terra, e que tenho eu a desejar se ele já está aceso?” – Luc 12,49 –

Baseamo-nos em exemplos recentes e antigos de pessoas que viveram, com toda a intensidade, uma vida em contínua interação com Deus por meio do coração humano que Deus quis possuir ao se encarnar no seio da Santíssima Virgem. Esse coração continua concreto e real no Sacramento da Eucaristia e muitos católicos saciam a fome e sede de Bem, que é Deus, se alimentando da Carne e do Sangue de Jesus Cristo. Esse alimento para a alma, o corpo, a mente e o coração (cada ser humano é integramente único) acontece por meio da transubstanciação, fenômeno ainda inefável nos nossos dias, por gestos e palavras pronunciados pelo sacerdote em cada missa

O mais recente exemplo é o da Serva de Deus Floripes Dornelas de Jesus, mais conhecida como Lola, que viveu cerca de 60 anos tendo como única fonte de vida a Santíssima Eucaristia. Comprovou com seu exemplo de vida e santidade as palavras de santa Teresa de Ávila: “Só Deus basta”.  

A frutuosa amizade de Floripes com o Sagrado Coração de Jesus é consequência do que os cristãos chamam de apostolado, exercido por Santa Francisca Xavier Cabrini, a Madre Cabrini, que dedicou a vida a empreender importantes instituições para fazer conhecido o gratuito amor de Deus enquanto se formasse excelentes mestres amorosos, que difundissem a cultura e o conhecimento com a responsabilidade e profundo respeito  dos quais todos os alunos são alvo no entender cristão.  

Santa Madre Cabrini converteu em empreendimentos apostólicos a profunda e dolorosa consciência que Santa Margarida Maria de Alacoque  sentia da ingratidão sofrida pelo Coração Humano de Deus diante da crescente egolatria que pretendia dominar os corações que, seguindo o exemplo dos ancestrais figurados em Adão e Eva,  ao sentir uma gota de conhecimento já consideravam desnecessário o Criador e Mantenedor de tudo o que existiu, existe  e existirá.

Por sua vez Santa Margarida repercutia, em seu tempo, as primeiras manifestações do Sagrado Coração de Jesus feitas às monjas do convento em que viveu Santa Gertrudes; quando Se fez descobrir como fonte de Paz, Amor e Alegria.

Por sua vez Santa Margarida repercutia, em seu tempo, as primeiras manifestações do Sagrado Coração de Jesus feitas às monjas do convento em que viveu Santa Gertrudes; quando Se fez descobrir como fonte de Paz, Amor e Alegria.

O Beija-flor pretende ler o mundo de hoje com olhos formatados pelo “DNA católico”, agregando ao legado de lúcidos mestres os dados da vida de hoje. Isto para também fazer a sua parte na construção do Reino de Deus, no qual o ser humano atinge a sua plenitude correspondendo às expectativas de Deus, cujo sonho nenhuma criatura será capaz de abarcar. Realizemo-nos na descoberta, e consequente integração efetiva, nos trabalhos pelo Reino de Deus.

"O Beija-flor" agradece a quem contribuir com correções, ensinamentos e partilha de conhecimentos a respeito da querida Lola, a Serva de Deus, Floripes Dornelas de Jesus, que possa servir ao engrandecimento do Reino de Deus. Submete-se integralmente à doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana.

Agradece com muita alegria a todos os que contribuíram para a existência deste site, entre eles Tiago Fontolon, à Escola de Informática Info Jardins e seus professores: Aleksa, Rodrigo, Bruno, Lucas e Lorraine.

Responsável pelo site: Giselle Neves Moreira de Aguiar - Contato: gnmaguiar@yahoo.com.br



"O Beija-flor" tenciona ser um "Sítio da Lola"na web.

Venha visitá-sempre e partilhe o seu conhecimento a respeito da Lola, a Serva de Deus Floripes Dornelas de Jesus, conosco.


Envie a sua participação para: amigosdacausadelola@yahoo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário