sábado, 20 de dezembro de 2014

Yaoni Sánchez, no "Estadão": "Golias abriu a carteira"


  "O pior são os membros mais recalcitrantes do Partido Comunista, os que morreriam antes de mascar um chiclete, beber uma Coca-Cola ou pôr os pés na Disney World. O primeiro secretário de sua organização acabou de traí-los. Ele fez um pacto com o adversário, nos bastidores, e por 18 longos meses.";  

 diz  Yaoni  Sánches, a blogueira cubana, no artigo publicado no “Estadão”de hoje: “Golias abre a carteira" que  fala  das  repercussões da notícia do anúncio do restabelecimento das relações  entre  Cuba  e os EUA.  Ela diz que:   

"Gerações de cubanos cresceram sob o bombardeio da propaganda oficial contra os EUA. Quanto mais as palavras contra nosso vizinho do norte se tornavam agressivas, mais nossa curiosidade crescia. Arrasados pela precariedade material, decepcionados porque as chamadas reformas de Raúl não encheram suas carteiras ou seus pratos, os cubanos agora sonham com a trégua material que poderá chegar do outro lado do Estreito da Flórida.

Sara é professora numa escola primária de Plaza de la Revolución. Sem a ajuda enviada mensalmente pela filha, ela não conseguiria sobreviver. "Agora, tudo será mais fácil, principalmente porque poderemos usar os cartões de credito e débito americanos, e minha filha está pensando em me mandar um", disse.

Bonifacio Crespo ajuda o irmão com a contabilidade no seu restaurante privado em Havana. Eles já têm planos para um novo negócio. "Temos os contatos para começar a importar matérias-primas, especiarias e muitos produtos para o cardápio. Eles terão de aumentar as remessas de lá", afirmou, apontando para o norte."

Não deixe de ler o artigo todo

Ao que parece, a liberdade chega, ainda que sorrateiramente, em Cuba, graças a Deus! Livres da escavatura cultural que engessa o sentimento e o pensamento na produção de ódio contra um  povo feito inimigo pelo cabresto cultural imposto por  líderes que o quer apenas os  como prestador de culto, finalmente esse povo bom e alegre vai poder dar vazão a seus grandes talentos e voltar a produzir coisas que encantam o mundo... Encher o mundo  com as reais maravilhas cubanas.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Preparando para o Natal. O papel de São José



Por meio da internet somos constantemente bombardeados por um sem número de informações e atrativos simultâneos que prendem nossa atenção e nos mergulha numa confusa geléia  de afirmações  e valores não comprovados.

Porém, nela própria encontramos também  publicações que fazem  reacender sentimentos que, por sua vez, acionam a  nossa memória e nos lembram conhecimentos adquiridos que trazem de volta os valores que pautaram nossa identidade. Tudo isso tem o condão de nos fazer sentir vivos e cheios de esperança. É este é o verdadeiro espírito do Natal.

Um vídeo do Youtube , composto por trabalhos de diversos artistas (entre eles Rita Lee) "regidos" por outro,  Júlio Carvalho, fazem o nosso coração renascer melhor e mais forte.

A internet é uma bênção de Deus.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

São João da Cruz





O jovem sacerdote que, junto com Santa Teresa de Ávila contribuiu muito para preservar e desenvolver o  intenso amor de Deus na Igreja e no mundo. O amor profundo, forte e verdadeiro, o único que pode satisfazer plenamente o coração humano porque  é fonte de todas as outras  manifestações do amor que é único porque é o próprio Deus ("Deus é amor") .

 Aquele que o possui, como seu Deus, não pode padecer de nenhum tipo de carência. "A quem tem a Deus nada falta" ( Sta. Teresade Ávila).   Sua obra literária mostra como os  conflitos de seu tempo (viveu de  1542 a 1591) eram os mesmos do nosso.  Os conflitos humanos sempre envolvem a presença ou a ausência de Deus. "Vós nos criastes para Vós ó meu Deus e nosso coração estará inquieto até que repouse me Vós" ( Santo Agostinho)

"João da Cruz nasceu na Espanha, em 1542, de família pobre, ficando órfão ainda criança. Revelou-se um jovem criativo e inteligente. Por sua capacidade, foi admitido no Colégio dos Jesuítas para completar sua formação. Aos 21 anos, ingressou na Ordem dos Frades Carmelitas. Depois de ordenado sacerdote, encontrou-se com Madre Teresa de Ávila que o introduziu no projeto de reforma dos Frades Carmelitas. Este plano e o ideal de perfeição causaram-lhe grande e intenso sofrimento. Expulso da Ordem e condenado a 8 meses de prisão. Durante este período escreveu os mais belos poemas místicos de sua vida, descobriu a riqueza do mistério da cruz e o caminho da mais alta perfeição. Morreu em 1591, canonizado em 1726 pelo Papa Bento XIII e declarado doutor da Igreja em 1926, pelo Papa Pio XI." - Texto que acompanha o filme sobre sua vida no Youtube  Sua festa é no dia 14 de dezembro.

Obra literária( download gratis)

sábado, 13 de dezembro de 2014

Advento com Santa Luzia



13 de dezembro dia de Santa Luzia, a padroeira da boa visão.



Que no dia de Santa de Santa Luzia, a padroeira da boa visão, o Senhor nos conceda a graça de  ver de novo, e perceber, com toda profundidade, a Festa do Natal de Jesus de Cristo.

Assim, não há como não ter um Natal Feliz.

Saiba a história de Santa Luzia

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Nossa Senhora de Guadalupe


12 de dezembro a Igreja comemora o dia de Nossa Senhora de Guadalupe, a padroeira da América Latina.

Nunca o povo da América Latina teve tanta necessidade de rezar este cântico, composto pelo Padre Zezinho, e que foi muito usado pela teologia da libertação.

Hoje temos que o cantar em altos brados, com  sentimentos de verdadeiros filhos da Santíssima Virgem, para reacencer o amor  de Deus no coração humano tão endurecido pela ideologia dura e fria:

Mãe do Céu Morena
Senhora da América Latina
De olhar e caridade tão divina
De cor igual à cor de tantas raças
Virgem tão Serena
Senhora destes povos tão sofridos
Patrona dos pequenos e oprimidos
Derrama sobre nós as tuas graças
Derrama sobre os jovens tua luz
Aos pobres vem mostrar o teu Jesus
Ao mundo inteiro traz o teu amor de Mãe
Ensina quem tem tudo a partilhar
Ensina quem tem pouco a não cansar
E faz o nosso povo caminhar em paz
Derrama a esperança sobre nós
Ensina o povo a não calar a voz
Desperta o coração de quem não acordou
Ensina que a justiça é condição
De construir um mundo mais irmão
E faz o nosso povo, conhecer, Jesus...!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Gustavo Corção Repórter



No momento em que a "Comissão da Verdade” “oficial" publica só uma versão  dos fatos, os cristãos deste país têm o direito de conhecer o relato de um pensador,  escritor  e articulista de  grandes jornais, Gustavo Corção,  que  reportou os momentos que antecederam o início do Governo Militar, no momento em que recém aconteceram.

O que hoje vivemos, mostra para onde grandes brasileiros nos impediram de chegar há muito mais tempo. O que seria do nosso país se o marxismo já vigorasse no Brasil desde 64?

Fazendo uma projeção podemos concluir que talvez estivéssemos como a Coréia do Norte, ou Cuba; quem sabe como como a grande e populosa China?  Mas ainda no estilo de Mao Tsé-Tung, ou já viveríamos   o despertar do progresso vindo das liberdades individuais que começam a aparecer lá depois do lento retorno à liberdade de trabalho e ao mercado mundial?


A guerra ideológica continua. Cada um tem o direito a defender os valores que lhes são importantes e os que definem  a sua própria identidade. Abaixo a hegemonia de pensamento.  VIVA A LIBERDADE!!!!

Vejamos o que dizia, na época, o grande e propositalmente esquecido, Gustavo Corção:

 "Em nosso bairro as ruas estavam vazias, e nos rebordos das janelas víamos durante todo o dia velas acesas em sinal de que naquele apartamento rezava-se pedindo a Deus que não permitisse o assassinato do Brasil. Creio que foi nesta semana que um colunista católico escreveu que as reformas anunciadas por Goulart coincidiam com os ensinamentos de João XXIII!

       

     Precipitavam-se os acontecimentos. Foi nesta última semana ou na anterior?  Cada manhã, à saída da missa, os amigos se entreolhavam com o ar de quem tem em casa um grande doente. Evitávamos falar no assunto. Nesta manhã, porém, alguém perguntou:
-Viram o que aconteceu ontem na Ilha do Fundão?
O Presidente Goulart aprazara encontro com o Reitor, professores e estudantes. Desceu de helicóptero, mas  a meia altura mandou parar e começou a gritar:
- Os estudantes para a frente! Os estudantes para a frente!

        E a manada de estudantes rompeu a socos e empurrões a fila dos professores. E nós, ouvindo a história, sentíamos uma vergonha profunda, alternada com convulsões de cólera perdida. Ah! que vontade de combater! “O rage, o desespoir, o viellesse ennemie!” ( ô ódio, ô desespero, ô velhice inimiga!)
     

       Cada notícia era uma injúria; cada página de jornal, uma bofetada. E os nervos tensos, e o coração sangrando ... Não se via uma perspetiva, uma saída. A ténue esperança que tínhamos era de que o Exército se organizasse e seus chefes soubessem sobrepor a lei natural à mesquinha legalidade produzida pelo positivismo jurídico. Saberiam? Poderiam? O fato é que o comunismo já se achava no Poder e já tinha  a seu favor a moleza de uma sociedade maltratada por tantos e tão maus governos. Faltava-lhes um arremate de forma, mas contava com a grande imprensa, com os "intelectuais”, com os estudantes e com padres e até arcebispos “progressitas”que já ensaiavam a voz para a declaração:
-Companheiros! Eu também sou comunista! Eu sempre fui comunista!" - 
                                                          [...]

Foi um dos mais belos espetáculos que já vi. E tenho pena dos corações alienados que não tiveram a capacidade para acolher tão boa e bela alegria.Lembrei-me de uma página de Léon Bloy. A França acabara de marcar a vitória do Mame. Os jornais estavam encharcados de júbilo, de esperança de triunfo. Mas Léon Bloy folheava os jornais com cólera crescente, e depois com tristeza infinita. O que é que o velho leão procurava nos cantos dos jornais? Lá estava escrito em seu Diário: “Je cherche en vain le nom de Dieu” ( eu procuro em vão o nome de Deus).
                         

 Ora, em nossa grande Marcha - cuja fotografia está diante de mim - não houve menção de um só nome dos tantos civis e militares que bem mereceram o aplauso do povo. Havia só um nome: o nome de Deus



Gustavo Corção em "O Século do Nada" . Livro disponível apenas nos sebos, mas que pode ser encontrado para download na internet -



segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A Imacula Conceição e a Igreja



Imagem: Pintura de  Giambattista Tiepolo, feita em 1769 e que se encontra no Museu do Prado, em Madrid

Por meio dos cânticos da Liturgia das Horas e das leituras da Missa, a Igreja Católica canta hoje, da mesma forma, em todo o planeta, a alegria pela providência divina  realizar maravilhas na vida da Santíssima Virgem. Tudo isso para torná-la digna de conceber, dar a luz e educar humanamente o Filho de Deus, Salvador e Redentor da espécie humana criada à imagem e semelhança de Deus.

 [Então o Senhor Deus disse à serpente]: 
 "Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.” - Genesis 3,15- (Trecho da primeira leitura do dia).

Cântico evangélico (MAGNIFICAT) Lc 1,46-55

Ant. Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo,
és bendita entre todas as mulheres da terra,
e bendito o fruto que nasceu do teu ventre. Aleluia.
 
A alegria da alma no Senhor
 A minha alma engrandece ao Senhor 
 e exulta meu espírito em Deus, meu Salvador; 
porque olhou para humildade de sua serva, 
doravante as gerações hão de chamar-me de bendita. 

 O Poderoso fez em mim maravilhas 
e Santo é o seu nome! 
 Seu amor para sempre se estende 
sobre aqueles que o temem; 

 manifestou o poder de seu braço, 
dispersou os soberbos; 
 derrubou os poderosos de seus tronos 
e elevou os humildes;
 saciou de bens os famintos,
despediu os ricos sem nada. 
 Acolheu Israel, seu servidor,  
fiel ao seu amor, 

como havia prometido a nossos pais, 
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. 

 Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. 
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Ant. Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo,
és bendita entre todas as mulheres da terra,
e bendito o fruto que nasceu do teu ventre. Aleluia.

Preces
 
Proclamemos a grandeza de Deus Pai todo-poderoso! Ele quis que Maria, Mãe de seu Filho,
fosse celebrada por todas as gerações. Peçamos humildemente:
R. Cheia de graça, intercedei por nós! 

Deus, autor de tantas maravilhas, que fizestes a Imaculada Virgem Maria participar em
corpo e alma da glória celeste de Cristo,
 conduzi para a mesma glória os corações de vossos filhos e filhas. 
R. Cheia de graça, intercedei por nós! 

Vós, que nos destes Maria por Mãe, concedei, por sua intercessão, saúde aos doentes,
consolo aos tristes, perdão aos pecadores,
 e a todos a salvação e a paz. 
R. Cheia de graça, intercedei por nós! 

Vós, que fizestes de Maria a Mãe da misericórdia, 
concedei a todos os que estão em perigo sentirem o seu amor materno. 
R. Cheia de graça, intercedei por nós! 

Vós que confiastes a Maria a missão da mãe de família no lar de Jesus e José,
 fazei que, por sua intercessão, todas as mães vivam em família o amor e a santidade. 
R. Cheia de graça, intercedei por nós! 
 

Vós, que coroastes Maria como rainha do céu,  fazei que nossos irmãos e irmãs falecidos se alegrem eternamente em vosso reino, na companhia dos santos. R. 

Pai nosso... 

Oração 

Ó Deus, que preparastes uma digna habitação para o vosso Filho pela Imaculada Conceição
da Virgem Maria, preservando-a de todo o pecado em previsão dos méritos de Cristo,
concedei-nos chegar até vós, purificados também de toda a culpa, por sua materna intercessão.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Conclusão da Hora
O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna. Amém.