sexta-feira, 4 de agosto de 2017

O Cura d'Ars

 No dia  quatro  de agosto,  a Igreja celebra a memória de São João Maria Vianney, o Cura d'Ars, que viveu de 1786 a 1859.  Ele foi um padre francês  a quem custou muito  ser ordenado sacerdote. Era visivelmente limitado intelectualmente e e quase não pôde receber as notas mínimas em filosofia, teologia, latim e grego necessárias para receber o sacramento da Ordem.



Conseguiu à base muito esforço pessoal, da benevolência de seus professores e superiores mas, sobretudo, do poder emanado de Deus pelas mãos de Nossa Senhora, do qual era muito devoto e a quem pedia a graça de ser sacerdote.
Quando o conseguiu, foi enviado para o lugarejo chamado Ars, no qual duas ou três velhinhas perfaziam o total dos frequentadores das missas.

Começou ali a exercer o seu ofício de sacerdote com naturalidade e a alegria de ter conseguido ser o que queria, segundo os critérios da sua fé. Com o tempo as pessoas foram aproximando-se, cada vez em maior número, até que chegou o dia em que vinham de todos os cantos do país. Diziam ele que convertera meia França ao catolicismo.

Sua popularidade chegou à Sorbonne, importante universidade de Paris, de onde saiu um professor para entrevistá-lo, com o objetivo de fazer um estudo sobre a grande capacidade de comunicação daquele homem tão rústico. 

Diante de tantas perguntas do professor que queria colocar em termos pragmáticos os mistérios da fé católica, o padre respondeu com toda a simplicidade: 

– “Não posso explicar-lhe, o senhor é ignorante”. 

E o professor disse, indignado:
– “Como posso ser ignorante se sou professor da Sorbonne?” 

Ao que o padre respondeu: 
 “O senhor pode ser professor em muitos assuntos, mas não conhece nada de Jesus Cristo, sua doutrina e sua Igreja. Se quiser, posso lhe ensinar o catecismo”.

Existem saberes e saberes...

Orações para após a Bênção do Santíssimo Sacramento



ATO DE LOUVOR 

- Bendito seja Deus. 
- Bendito seja o seu Santo Nome. 
- Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem. 
- Bendito seja o nome de Jesus. 
- Bendito seja o seu Sacratíssimo Coração. 
- Bendito seja o seu Preciosismo Sangue. 
- Bendito seja Jesus no Santíssimo Sacramento do altar. 
- Bendito seja o Espírito Santo Paráclito. 
- Bendita seja a grande mãe de Deus, Maria Santíssima. 
- Bendita seja sua Santa e Imaculada Conceição. 
- Bendita seja sua gloriosa Assunção. 
- Bendito seja o nome de Maria, Virgem e Mãe. 
- Bendito seja São José, seu castíssimo esposo. 
- Bendito seja Deus, nos seus anjos e nos seus santos. 

Oração

Deus e Senhor nosso, protegei a vossa Igreja, dai-lhe santos pastores e dignos ministros. Derramai as vossas bênçãos sobre o nosso Santo Padre, o papa, sobre o nosso bispo, sobre o nosso pároco e todo o clero, sobre o chefe da Nação e do Estado e sobre todas as pessoas constituídas 
em dignidade para que governem com justiça. 

Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa. Favorecei com os efeitos contínuos de vossa bondade o Brasil, este (arce) bispado, a paróquia em que habitamos, cada um de nós em particular e todas as 
pessoas por quem somos obrigados a rezar ou que se recomendaram as nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no purgatório. Dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. 


(Pai nosso, Ave-maria, Glória ao Pai)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Bênção para os avós. Festa de Sant'Ana e São Joaquim


26 de junho, festa de Sant’Ana e São Joaquim, os avós de Jesus Cristo, o pais de Nossa Senhora.





Bênçãos  para avós

Deus eterno e misericordioso, Pai de todas as gerações, que escolhestes Joaquim e Ana para serem avós de Jesus, derramai as vossas bênçãos sobre todos os avós.

Sejam fortalecidos pela vossa graça, para transmitir às gerações mais novas a história da nossa salvação e a experiência da Vossa ternura.

Sejam iluminados pelo vosso Espírito para partilharem com os mais novos a sua sabedoria e a sua fé, as suas alegrias e esperanças.

Sejam configurados com Cristo para que nas dificuldades dos seus dias encontrem alegria na comunhão familiar, ânimo no cuidado dos netos, e paz no seu mundo.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O ditoso dia do Sagrado Coração de Jesus

Na segunda sexta-feira após da festa de Corpus Christi a Igreja comemora o Coração de Jesus.

Uma devoção que começou a ganhar espaço nos corações humanos a partir do século XIII com Santa Gertudes e as irmãs de seu convento em Helta (Westfalia) na Alemanha.

Ganhou o mundo séculos depois, quando Santa Margarida Maria Alacoque conseguiu do Papa, no século XVII, a oficialização da devoção ao sagrado Coração de Jesus para toda a Igreja.

Impulsionada pela ordem do Papa Leão XIII, Santa Francisca Xavier Cabrini, a Madre Cabrini, trouxe para a América,  onde predominava a religião luterana, a devoção ao Sagrado Coração de Jesus que derramou copiosas graças através do seu rico apostolado que chegou até Rio Pomba, MG, onde vivia Floripes Dornelas de Jesus, a Lola.

Através da sua total confiança no Coração Humano de Deus, ela conseguiu, e consegue, dEle graças doces e forte sobre todos os que tem os corações abertos para recebê-las.

A bem-aventurança  dessa santa devoção atravessa os séculos, no coração da Igreja. Por meio dela, a piedade dos pequenos e humildes, Deus move os acontecimentos segundo a bondade do Seu Coração em favor dos que são alvos dos pedidos dos fiéis, que se sentem  pequeninos diante da imensidão do poder de Deus, que se iguala somente à  Bondade da Sua Perfeição.

Nesta ano de 2017 a Festa Universal do Sagrado Coração de Jesus acontece na primeira sexta-feira. Quem vai deixar de receber as copiosas graças, vindas das sua promessas, que são sempre seguidas de Paz, Amor e Alegria?




domingo, 23 de abril de 2017

Festa da Divina Misericórdia





Bendito seja Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Em sua grande misericórdia, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, ele nos fez nascer de novo, para uma esperança viva, para uma herança incorruptível, que não se mancha nem murcha, e que é reservada para vós nos céus.

Graças à fé, e pelo poder de Deus, vós fostes guardados para a salvação que deve manifestar-se nos últimos tempos. Isto é motivo de alegria para vós, embora seja necessário que agora fiqueis por algum tempo aflitos, por causa de várias provações.

Deste modo, a vossa fé será provada como sendo verdadeira — mais preciosa que o ouro perecível, que é provado no fogo — e alcançará louvor, honra e glória no dia da manifestação de Jesus Cristo.


Sem ter visto o Senhor, vós o amais. Sem o ver ainda, nele acreditais. Isso será para vós fonte de alegria indizível e gloriosa, 9pois obtereis aquilo em que acreditais: a vossa salvação. -1Pd 1,3-9 -

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Repercussão do "Dia da Lola" de 2017





No Facebook, a página dos Amigos da Causa da Lola trouxe importantes lembranças que a 
comunidade de Rio Pomba guarda da Serva de Deus Floripes Dornelas de Jesus, a Lola.


A timeline da Prefeitura de Rio Pomba trouxe uma importante postagem falando sobre feriado municipal do dia da Lola. Diz a postagem: 




Estabelecido por lei (LEI Nº 1.160/2003), o dia 09 de abril em Rio Pomba é considerado feriado municipal, em homenagem a data de falecimento de Floripes Dornellas de Jesus. Lola, como era conhecida, destacou-se por sua dedicação a vida religiosa e por viver cerca de 6 décadas se alimentando apenas da comunhão eucarística.

Faleceu em 09 de abril de 1999, quando milhares de pessoas compareceram ao velório e sepultamento. Portanto, neste domingo, 09 de abril, será realizada uma missa em sua homenagem, às 16h, no Recanto Sítio da Lola, devido aos 18 anos de seu falecimento. O Cemitério Municipal de Rio Pomba também estará aberto à visitação dos fiéis durante todo o dia.

163 pessoas curtiram a publicação e destacamos alguns  comentários:


Ligia Cronemberger: Quem dera participar dessa celebração. Visitei muito a Lola na minha infância qdo vestia de pastorinha na época do advento e Natal. Saudades!

Ana Maria Granato Antunes de Paiva: Como eu gostaria de participar de tudo isso, maravilhoso 👏🙏

Sandra Dias Pereira: Que benção.

Marcia Borges:  Quando criança ouvia contar dos milagres alcançados através dela. Que sua alma tenha compaixão de nós e do mundo inteiro, inclusive dos descrentes. Amém.


Compartilhado na página dos Amigos da Causa da Lola, recebeu 47 curtidas e os seguinte comentários:

Maria Lúcia Moura Costa : PARABÉNS RIO POMBA !

Seyla Moreira Neves Lopes: As graças de Deus continuam chegando a Rio Pomba e a todo pombense ... Obrigada, Serva de Deus, Lola!!!❤️

Maria Ines Sabino: NOSSA SANTA,PARABÉNS RIO POMBA,CIDADE PREVILEGIADA

Alexandre de Faria: que maravilha, graças ao sagrado coração de jesus, viva sempre em nossos corações, madrinha lola eu confio em vós



******

Uma repostagem fotografias da casa da e do sítio da Lola de 10 dia abril de 2015, de Dindo Neves, Gilson Moreira Neves, que é sócio fundador  da Associação dos Amigos da Causa da Lola  uma postagem de fotografias, recebeu 55 curtidas e os seguintes comentários:





Jm Alvim: Quando criança inúmeras vezes, tive o privilégio de sentar na beradinha dessa cama . Adorava pegar minha sombrinha para ir com mamãe,ou com a minha avó visitar a Lola. Íamos a pé... era uma aventura.... Todas as vezes voltava encabulada por ela dormir, sem colchão, sobre o estrado da cama... Giselle, você também viveu essa aventura?

Giselle Neves Moreira de Aguiar: Não tive essa felicidade Júlia Márcia! Só fui lá uma vez, com a minha mãe. Eu recebia " a influência da Lola" através das palestras de Dona Aparecida Clemente nas reuniões da Cruzada Eucarística. Ela ensinava um amor muito grande a Jesus Eucarístico e mencionava a Lola às vezes. Acho que D. Aparecida aprendia com ela e nos passava as deliciosas lições.

Amélia Fernandes: EU FUI VÁRIAS VEZES LÁ NA LOLA COM MINHA MÃE , QUE CONVERSAVA SEMPRE COM ELA…

Amélia Fernandes: NESTA ÉPOCA, ELA RECEBIA VISITAS EM SEU QUARTO, TINHA UMA VOZ MUITO SUÁVE...

Jussara Lopes: Nos passeios com Tia Dória, onde o sitio da Lola faz divisa c o sitio da Vó Dinah e Vô Ruy, era nossa parada preferida para o lanche e ouvir um pouco da vida da LOLA. Terminávamos passando em silencio, bem pertinho de sua casa. Lembrança boa...

Seyla Lopes: Saudades...O quarto era mais simples,ainda...Chego a ver a Lola,em sua simplicidade, alegre, tranquila,mostrando as lembrancinhas que fazia ... Na sala grande a Dorvina oferecendo o cafezinho... A paz imperava em toda a casa ....E a presença de Deus,também...Louvado seja Deus que me permitiu vivenciar esta paz!

Sandra Dias Pereira: Como me lembro de tudo que a maioria das pessoas falaram.Ia sempre Tb com minha mãe d minha vovó Noca,passávamos o dia todo naquela paz,aquela fé no Sagrado Coração de Jesus,sem faltar o cafezinho da Dorvina,como disse a Sheila..Saimos dali,levando essa paz e essa alegria em nossos corações.Qta saudade..

Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio: Um lindo lugar que nos transmite muita paz

Erminia Cabrini: Meu avô sempre contava sobre a Lola , mamãe tbm , me disseram que havia um pé de jaboticaba no quintal , Um dia irei lá !


*****

Rita Vieira, adicionou cinco fotos da Celebração Eucarística no Recanto Sítio da Lola  que 55 pessoas curtiram, e recebeu os seguintes comentários:





Valéria Aureo: Abençoada seja a nossa Lola!


Valéria Aureo: Enfim posso ler calmamente O Sagrado Coração de Lola, a Santa de Rio Pomba. A obra demanda tranquilidade e um confortável isolamento, para ser apreciada como deve. Ao final posso concluir: é um livro notável, muito comovente, que nos toca fundo a alma. É Rio Pomba na dimensão exata de cidades como Povoa de Varzim, Siena ou outro rincão qualquer em que a graça de Deus tenha caído em demasia e se manifestado em mulheres santas. É a nossa história se misturando ao sublime, ao misterioso desígnio divino de se ter a personificação da fé e do sacrifício. O Sagrado Coração de Lola, a Santa de Rio Pomba é um livro notável que servirá de documento para o longo esforço em prol da beatificação e santificação de Lola tal a seriedade e competência de seu autor. Nele foi compilado um grande número de depoimentos; foram recolhidos, organizados e comparados vários documentos de origens diversas.
Graças aos inesgotáveis empenhos dos militantes (apóstolos) da causa de Lola a demanda prossegue. Melhor que todos se mobilizem para reforçar o trabalho do abnegado grupo e reconhecer a importância do fenômeno, que não podemos dimensionar como homens comuns que somos.
E, mais proximamente de mim, no plano mais imediato de minha vida longe da terra natal, é um livro que está à minha cabeceira, que me fez lembrar a minha origem e a quem poderei recorrer quando precisar de intercessão divina e consolo para as minhas dores.
O maravilhoso livro de Roberto Nogueira traz a questão da santidade de Lola para a profundidade de si mesma: a rosa é uma rosa, é uma rosa... Não haveria mais o que ser dito, pois ela exaure o tema na plenitude e simplicidade de si.
Então, para que pudesse ser assim, simplesmente a flor, nada mais apropriado que o cenário bucólico e contemplativo do Lindo Vale onde pudesse ser cultivada. Eis que tantos se inebriaram com seu olor, sem ao menos verem, apenas crendo; entretanto nela confiavam. Por que então querer explicar o que por si só é grande e sagrado?
Para compreender o que Lola representa nos bastaria saber que a rosa é a rosa, é a rosa... Pois é a grandeza de si mesma, a existência dela em sua total dimensão, o que enaltece a cidade de Rio Pomba, enchendo de orgulho os seus habitantes, abençoados com a honra de tê-la como linda flor. Será que nós, tão insignificantes diante dela, nos damos conta de quanto a tese é maior? O que se espera para se dar o jardim à flor?
Não há como compreender o fenômeno Lola, se não há o que ser explicado: deve-se simplesmente acolher no peito a honrosa permanência dela entre nós. É mais natural... E é tão fácil aceitar... Nós, entre tantos, que fomos agraciados com as suas benesses, suas orações, sua presença que tanto dignificou nossa cidade, não temos como questionar o sagrado de sua mortificação terrena. Basta lembrar que o que emanou de si persiste nos corações dessa cidade distinguida entre as demais; ela ainda é uma luz que irradia de 1911 até os dias atuais. Não há o que possa fazer desacreditar os que foram engrandecidos por suas orações e sacrifícios. Apenas respeitosamente depositar em vasos as flores colhidas de suas mãos. Tomo as palavras de Cecília Meireles para falar para quem não reconhece o sagrado nem lhe percebe o bálsamo:
“Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim.
Rosas verás, só de cinzas franzida,
mortas, intactas pelo teu jardim.
Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim”.
Curtir · Responder · Agora mesmo

Autora: Valéria Áureo

Lúcia Cataldo Amoroso Lima: Parabéns Valéria, pelo belo texto.Abraços.

Gesilda Floripes Lima Moreira: Belas palavras Valéria! Lugar abençoado!

*****



A escritora rio-pombense Valéria Áureo, postou em sua timeline o mesmo texto com o título de "O Perfume da Rosa"e recebeu os seguintes comentários:

Cleto Silva:  Convivi na minha infância com a Lola. A vida dela foi um fenômeno que o ser humano não consegue explicar. Como é que uma pessoa sobrevive dezenas de anos apenas recebendo uma hóstia a cada manhã? Naquela época os repórteres de O Cruzeiro e de outra revista da época que não me recordo o nome, ficavam de plantão para ver se ela comia ou bebia escondido.,,Ela irritada com eles me pedia e ao Pedrinho, seu sobrinho, que fechássemos as janelas e portas...Era um tempo no qual ela rezava pelas pessoas que lá aportassem...E muita gente era curada!

Cici Furtado Macedo: Quem conheceu Lola sabe de sua simplicidade e doçura. Tive o privilégio de conhecê-la e tive uma graça alcançada, quando, verdadeiramente entreguei tudo nos braços do Coração de Jesus, por intermédio de suas orações. Sinto -me abençoada por poder visitar a casa onde viveu e reviver muita coisa! Ai daquele q não tem fé….🙏🙏🙏

Tereza Bernardo Do Carmo Melo: Quem conheceu Lola, sabe de sua santidade! Eu alcancei uma graça, por intermédio de suas orações. Rezo pela sua beatificação e santificação. Santa Lola rogai por nós!

Maria Fátima de Toledo: SEMPRE TIVE E TEREI MINHA FÉ PRESERVADA,,,,,,,,,,SANTA LOLA,,ROGAI POR NÓS!!,,,,MARAVILHOSO TEXTO AMIGA GRANDE ESCRITORA!!

Maria Fátima de Toledo: PEÇO Á ELA SEMPRE QUE INTERCEDA POR MIM,!!E POR MINHA FAMÍLIA!

Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio: Nossa família alcançou uma grande graça por sua intercessão ao Sagrado Coração de Jesus para a recuperação da saúde de meu pai, entre os anos 50 ou 53. Por essa causa Lola escolheu meu pai para assumir a presidência do Apostolado da Oração Masculino que ela fundara na época. Ele aceitou e mesmo depois quando esteve com sua saúde debilitada.

Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio: CONTINUANDO: mesmo depois, com o passar de longos anos, quando ele esteve com sua saúde debilitada, em consequência de um AVCm ele continuou sua missão apostólica.

Carmen Lúcia Marini Vieira Júlio: Temos muita fé e confiança em nossa humilde Serva do Senhor, que com suas orações e evocações, difundiu a grandeza do Sagrado Coração de Jesus.

Maria Fátima de Toledo: AH,,,,,SAUDADES DO SR JOSÉ DE ASSIS,,,,,,!! TEMPOS BONS!!

Marcel Souza: Também tive a honra e felicidade de conhecer nossa Santa Lola. Quando criança, estive várias vezes acompanhando meu pai ou a Totinha nas suas visitas a nossa querida Lola em seu sítio.


*****


Iran Mendes postou uma foto na página dos Amigos da Causa da Lola com a seguinte apresentação:

 "Madrinha Lola e minha mãe, Maria Lucia Vieira Mendes, segurando as mensagens que Lola escrevia pra jogar da torre da igreja no dia da festa do Sagrado Coração de Jesus.
Madrinha Lola, rogai por nós!"





 Na pagina, recebeu 53 curtidas e os seguintes comentários:


Seyla Moreira Neves Lopes: Amém!

Ducarmo Vieira Gomes: Que maravilha!! Saudade da sua mãe!!

Tania Silva: Amém!!!

Tony De Padua: Quanta Saudade,! o sino repicando a banda de música tocando, e os papeis coloridos ou pétalas de rosa da Torre da nossa Matriz de São Manoel, saudades infinitas! Quantos sinos já repicamos lá da torre da Matriz, com meu saudoso irmão Francisco de Souza Gomes Filho (Chiquinho) sempre vizinhos da Matriz onde fomos todos batizados, no amanhã quando voltar para minha terra natal-estes,, sinos irão badalar novamente,

Jacqueline Furtado Vital: Que lembrança linda!!! Tia Lúcia sempre trazia mensagens da Lola. 😍😍


*****



quinta-feira, 13 de abril de 2017

A doutrina da Cruz

 Coroação de espinhos -  tela de Dirck van Baburen, em 1623
encontrada  em: http://design-haven.com/



“A doutrina da Cruz e Cristo é loucura para os que se perdem, mas é poder de Deus para os que se salvam”.

A morte de Cristo na Cruz dá-nos nova vida. 
A noite da morte de Jesus gera a luz da Páscoa. 
As trevas e os tremores durante a morte de Jesus iniciam a gloria. 
A Cruz, outrora sinal de morte , torna-se sinal de Vitória.

Aquele para quem a doutrina da Cruz é um escândalo, uma loucura, que poderá dizer aos pobres e aos sofredores? Só quando nos definimos sobre a Cruz e, através dela, chegarmos à íntima convicção de que a doutrina da Cruz é poder de Deus, então poderemos ajudar homens e mulheres a carregarem o fardo pesado que lhes fosse imposto. Só assim, nossa palavra os animará. 

A imitação de Cristo exige que sigamos o Senhor em todos os seus caminhos. A fidelidade no seguimento de Jesus exige que andemos o caminho até o fim, até o Gólgota. Não para terminar na morte, mas para ressuscitarmos com Ele para uma vida na luz da Páscoa. 

Verdadeiramente, a “doutrina da Cruz”é uma força de Deus.

- Texto da introdução à Via Sacra, da Catedral Metropolitana de Sorocaba.-